Caminhada de Peregrinação Percurso por etapas

Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo - Caminho Central

Caminhada de Peregrinação
Responsável por este conteúdo:
Turismo do Alentejo, ERT
  • Caminhos de Santiago do Alentejo e Ribatejo - Caminho Central - Etapa 10
    Caminhos de Santiago do Alentejo e Ribatejo - Caminho Central - Etapa 10
    Foto: Upstream, Turismo do Alentejo, ERT
m 300 200 100 -100 400 350 300 250 200 150 100 50 km

Percorrer os Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo esconde a promessa de uma aventura, de descobertas inusitadas, do desvendar de uma história que a memória preservou, uma história que se desenrola a cada paragem.

Conhecer os Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo é, mais do que uma viagem, uma experiência que marca, que fica, que se guarda. E que se quer repetir.

Distância 432,1 km
108:50 h
2 456 m
2 612 m
328 m
-2 m

No Alentejo

O Caminho Central inclui passagem por Santa Cruz, onde a igreja paroquial, construída no século xvi, esconde uma representação iconográfica de “Cristo no Horto” pouco comum, onde se consegue ver representada a transmutação do suor em sangue.

Mais à frente, na vila medieval de Almodôvar, a paisagem ribeirinha convida a que se apreciem as águas límpidas que atravessam a ribeira do Vascão, inserida na Zona de Proteção Especial do Vale do Guadiana e salpicada por moinhos de água e açudes. Com atenção e alguma sorte, talvez seja possível avistar alguns espécimes raros.

Na vila, o Museu da Escrita do Sudoeste revela a imensa riqueza arqueológica do concelho e, em particular, a singular trajetória de um povo que inventou uma escrita própria, entre os séculos vii e v a. C. Porque os Caminhos de Santiago são muito mais do que apenas caminhar, a barragem de Campilhas, em Santiago do Cacém, construída em 1954, revela-se como a oportunidade de praticar inúmeros desportos náuticos não motorizados e pesca desportiva.

O Caminho continua, com passagem por Alcácer do Sal, que esconde um dos mais importantes exemplares da arquitetura renascentista nacional: a Capela das Onze Mil Virgens. De mármore branco, com uma cúpula coberta por um jaspe translúcido que deixa penetrar os raios de sol, desdobrando-os em jogos de cor na geometria das formas esculpidas, a sua construção é atribuída a António Rodrigues, arquiteto do reinado de D. Sebastião, que recebeu influências da mestria italiana de Miguel Ângelo. Uma cidade onde se pode conhecer também a Lenda da Costureirinha, contada um pouco por todo o Baixo Alentejo, onde são muitas as pessoas que dizem já ter ouvido o som de uma máquina de costura que trabalha sem parar. Reza a lenda que se trata de uma costureira que costura por toda a eternidade depois de ter feito um vestido de noiva para a filha, que morreu antes do casamento.

A viajar pelo Ribatejo

Para os amantes da natureza, a passagem por Benavente traz consigo a oportunidade de se dedicar ao birdwatching e conhecer, nos campos e searas, espécies escassas ou pouco abundantes, que ocorrem tipicamente neste tipo de meio.

Os vales aluvionares ligados aos rios Tejo, Sorraia e Almansor, funcionam como autênticas ilhas ao interromperem a secura característica dos montados. A zona ribeirinha, que acompanha o Tejo e todas as áreas encharcadas, constitui-se como a zona de maior diversidade biológica, onde é possível avistar aves aquáticas migradoras da Europa, espécies migradoras que vêm do sul, como os perna-longa e os rouxinóis-dos-caniços.

Em Santarém, a Igreja da Misericórdia, construção de meados do século xvi (1559), convida a uma visita. Trata-se de um exemplar perfeito de igreja-salão, de três naves, com abóbadas de nervuras cruzadas iluminadas por seis janelas retangulares. Nela encontra a sepultura rasa de Nuno Velho Pereira, uma das personalidades mais significativas da época da expansão portuguesa no mundo, capitão da Índia e patrocinador da Santa Casa da Misericórdia. E encontra também um órgão de tubos, restaurado em 2008, mas datado de 1818.

E é na capital ribatejana que encontra também a Porta de São Tiago, a principal do Castelo de Santarém, onde se pode observar um brasão de armas fernandino de Portugal, assim como as Portas do Sol, hoje tornadas janela panorâmica, assente sobre muralhas e com três torreões. Os Caminhos são também feitos, tal como a história, de episódios por confirmar, tornados lendas, como a da Torre das Cabaças, que conta que, no reinado de D. Manuel, não existindo em Santarém uma torre de relógio, lhe foi pedido que a tornasse possível.

Um pedido que justificou a doação de uma verba para que a mesma fosse construída, tendo sido designados como “administradores” da obra oito vereadores locais. Mas concluída a mesma, em vez de satisfação, o rei não escondeu o seu desagrado, considerando terem sido mal gastos os dinheiros públicos. Assim, no topo da torre, na armação férrea onde está suspenso o sino, o rei mandou colocar oito cabaças, símbolo das oito cabeças dos responsáveis pela edificação.

Quase a terminar o Caminho Central, apresenta-se a Golegã, ponto de paragem obrigatório desde os primórdios da nacionalidade, por aqui se encontrar uma albergaria, pertença de uma mulher da Galiza, conhecida como “Venda Galega”, que terá dado origem, mais tarde, ao nome “Golegã”. Terra de cavaleiros e cavalos, vale a pena conhecer o Centro Cultural Equuspolis, com a sua Biblioteca do Cavalo, o Fórum Manuel Fernandes ou o Museu Municipal Mestre Martins Correia.

Ponto mais alto
328 m
Ponto mais baixo
-2 m

Tipos de caminhos

Mostrar perfil de elevação

Informação de segurança

Todos os utilizadores dos Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo devem ter presente o seguinte código de conduta.

  • Não saia do percurso marcado e sinalizado.
  • Não se aproxime de precipícios.
  • Preste atenção às marcações.
  • Não deite lixo orgânico ou inorgânico durante o percurso, leve um saco para esse efeito. Se vir lixo, recolha-o, ajude-nos a manter os Caminhos limpos.
  • Cuidado com o gado, não incomode os animais.
  • Deixe a Natureza intacta. Não recolha plantas, animais ou rochas.
  • Evite fazer ruído.
  • Respeite a propriedade privada, feche portões e cancelas.
  • Não faça lume e tenha cuidado com os cigarros.
  • Não vandalize a sinalização dos Caminhos.

Em zona de percurso urbano, as marcas de sinalética são de uso exclusivo a pedestres. Outros meios, como a bicicleta, deverão respeitar a sinalização de trânsito.

Início

Coordenadas:
GD
37.408796, -7.917436
GMS
37°24'31.7"N 7°55'02.8"W
UTM
29S 595805 4140772
w3w 
///atribuiu.passarela.sufixar
Mostrar no mapa

Nota


Toda a informação sobre áreas protegidas

Coordenadas

GD
37.408796, -7.917436
GMS
37°24'31.7"N 7°55'02.8"W
UTM
29S 595805 4140772
w3w 
///atribuiu.passarela.sufixar
Mostrar no mapa
Direções de transporte público, carro, a pé ou de bicicleta

Equipamento

Leve sempre água, mantimentos, protetor solar, chapéu, impermeável, calçado confortável e um mapa.

Percursos semelhantes nas imediações

 Estas sugestões foram criadas automaticamente.

Perguntas & Respostas

Faça a primeira pergunta

Aqui pode fazer perguntas ao autor.


Avaliações

Escreva sua primeira avaliação

Partilhe sua opinião com a comunidade.


Fotos da Comunidade


Distância
432,1 km
Duração
108:50 h
Desnível acumulado positivo
2 456 m
Desnível acumulado negativo
2 612 m
Ponto mais alto
328 m
Linear Percurso por etapas Panorâmico Geologia Fauna Abastecimento disponível Património cultural/histórico Flora

Estatísticas

  • Conteúdo
  • Exibir imagens Ocultar imagens
Funções
2D 3D
Mapas e caminhos
  • 19 Etapas
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Ameixial (Algarve) - Santa Cruz
Dificuldade moderado Etapa 1
Distância 5 km
Duração 1:27 h
Desnível acumulado positivo 165 m
Desnível acumulado negativo 63 m

“… os vestígios identificados confirmam o trânsito de peregrinos pela antiga estrada romana que atravessa a serra do Caldeirão em Santa Cruz de ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Santa Cruz - Almodôvar
Dificuldade moderado Etapa 2
Distância 20 km
Duração 5:04 h
Desnível acumulado positivo 159 m
Desnível acumulado negativo 188 m

Saindo de Santa Cruz a paisagem transforma-se. À nossa frente estende-se agora, a perder de vista, o relevo suave da planície ondulada do Baixo ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Almodôvar - Castro Verde
Dificuldade difícil Etapa 3
Distância 29,6 km
Duração 7:25 h
Desnível acumulado positivo 131 m
Desnível acumulado negativo 174 m

Castro Verde começou por ser um pequeno povoado nos imensos campos de Ourique, como esta parte do Baixo Alentejo era conhecida no século xiii.

por Diogo Carmo,   Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Castro Verde - Messejana
Dificuldade difícil Etapa 4
Distância 29,4 km
Duração 7:20 h
Desnível acumulado positivo 140 m
Desnível acumulado negativo 188 m

“Alentejo, Alentejo, Vastidão de Portugal, Futuro, continental! Terra lavrada, que vejo, a ser mar mas sem ter sal”, escrevia Miguel Torga num dos ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Messejana - Fornalhas Velhas
Dificuldade moderado Etapa 5
Distância 23,2 km
Duração 5:48 h
Desnível acumulado positivo 126 m
Desnível acumulado negativo 233 m

“… A aldeia de Fornalhas Velhas, implantada nos férteis campos do Vale de Santiago, entre o rio Sado e a ribeira de Campilhas, era, como o nome ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Fornalhas Velhas - São Domingos
Dificuldade moderado Etapa 6
Distância 19,7 km
Duração 4:50 h
Desnível acumulado positivo 59 m
Desnível acumulado negativo 70 m

“… Relembramos a história do Vale de Santiago, que conta que, durante a crise de 1918, os trabalhadores rurais da região se uniram em rebelião e ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
São Domingos - Santiago do Cacém
Dificuldade moderado Etapa 7
Distância 23,8 km
Duração 6:05 h
Desnível acumulado positivo 243 m
Desnível acumulado negativo 116 m

“… Doada à Ordem de Santiago por D. Sancho I, em 1186, Santiago do Cacém foi o primeiro ponto avançado dos espatários no sul do país, à época em ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Santiago do Cacém - Roncão
Dificuldade moderado Etapa 8
Distância 22,2 km
Duração 5:49 h
Desnível acumulado positivo 295 m
Desnível acumulado negativo 234 m

“… Hoje pertencente à freguesia de S. Francisco da Serra, a formação da aldeia de Roncão, como de toda a freguesia, remonta ao período medieval e ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Roncão - Grândola
Dificuldade moderado Etapa 9
Distância 23,1 km
Duração 6:04 h
Desnível acumulado positivo 244 m
Desnível acumulado negativo 405 m

“…Nesta vila imortalizada pelo poeta e cantor Zeca Afonso na música Grândola Vila Morena, que serviu de hino simbólico durante a revolução de 25 de ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Grândola - Alcácer do Sal
Dificuldade moderado Etapa 10
Distância 33 km
Duração 8:09 h
Desnível acumulado positivo 54 m
Desnível acumulado negativo 159 m

“…Após atravessar o rio Sado por barca, os viajantes que chegavam a Alcácer do Sal deparavam com a estreita linha de terra entre o rio e o castelo.

por Diogo Carmo,   Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Alcácer do Sal - Casebres
Dificuldade moderado Etapa 11
Distância 23,1 km
Duração 5:45 h
Desnível acumulado positivo 199 m
Desnível acumulado negativo 157 m

“…A presença humana na área que hoje compõe a freguesia de São Martinho, cuja sede se localiza nos nossos dias na aldeia de Casebres, remonta a ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Casebres - Vendas Novas
Dificuldade moderado Etapa 12
Distância 22,3 km
Duração 5:34 h
Desnível acumulado positivo 227 m
Desnível acumulado negativo 108 m

“…Tendo Vendas Novas como destino, o Caminho leva-nos a atravessar Cabrela, cuja relevância estratégica ditou que, antes de 1220, tivesse sido ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Vendas Novas - Branca
Dificuldade moderado Etapa 13
Distância 33 km
Duração 8:14 h
Desnível acumulado positivo 167 m
Desnível acumulado negativo 229 m

“…Na Branca estamos de passagem pelo concelho de Coruche, o décimo maior do país e que chama a si o título de “Capital Mundial da Cortiça”, pois ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Branca - Santo Estêvão
Dificuldade fácil Etapa 14
Distância 17,3 km
Duração 4:13 h
Desnível acumulado positivo 11 m
Desnível acumulado negativo 88 m

“…Santo Estevão é uma freguesia rural situada a 16 quilómetros de Benavente (sede do concelho). Com uma área total de 62,41 km2e cerca de 2000 ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Santo Estêvão - Samora Correia - Benavente
Dificuldade moderado Etapa 15
Distância 26,2 km
Duração 6:23 h
Desnível acumulado positivo 33 m
Desnível acumulado negativo 29 m

“…Samora Correia deve o seu nome a D. Paio Peres Correia, conquistador de grande parte do sul de Portugal na primeira metade do século XIII e grão ...

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Benavente - Muge
Dificuldade fácil Etapa 16
Distância 19 km
Duração 4:38 h
Desnível acumulado positivo 18 m
Desnível acumulado negativo 21 m

“…O Caminho até Muge passa por Salvaterra de Magos onde, entre as obrigações dos novos moradores de Salvaterra de Magos, agraciados com foral por D.

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Muge - Santarém
Dificuldade fácil Etapa 17
Distância 20,8 km
Duração 5:10 h
Desnível acumulado positivo 122 m
Desnível acumulado negativo 27 m

“…No concelho de Almeirim, antes da chegada à ribeira de Santarém, a Igreja de Santa Marta, em Benfica do Ribatejo, inspira uma visita.

Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Santarém - Golegã
Dificuldade moderado Etapa 18
Distância 32,1 km
Duração 7:52 h
Desnível acumulado positivo 74 m
Desnível acumulado negativo 156 m

Disse José Saramago, após o seu périplo que deu origem à obra Viagem a Portugal, que “o fim de uma viagem é apenas o começo de outra.

por Diogo Carmo,   Turismo do Alentejo, ERT
Caminhada de Peregrinação · Portugal
Golegã - Tomar
Dificuldade moderado Etapa 19
Distância 8,7 km
Duração 2:08 h
Desnível acumulado positivo 21 m
Desnível acumulado negativo 9 m

“…Golegã é uma vila do Caminho, não somente no sentido literal, mas sobretudo porque se notam um pouco por todo o lado os sinais associados à ...

Turismo do Alentejo, ERT
Distância  km
Duração : horas
Desnível acumulado positivo  m
Desnível acumulado negativo  m
Ponto mais alto  m
Ponto mais baixo  m
Mova as setas para alterar o recorte.